01/03/09

Memórias da Rua Dr. João Couto (1)


Desde que me lembro de mim, lembro-me da Rua Dr. João Couto (JC) e pouco mais, talvez as ruas limítrofes que me serviam de fronteira. Ir a Carnide era como ir às Canárias: remota, com pessoas estranhas, pouco familiar. Nas fronteiras da minha rua jazia tudo o necessário para se sobreviver: Externato Si-lá-Sol que já não existe na Reinaldo dos Santos, depois o Magistério Público onde hoje está a Escola Superior de Educação, a Pedro de Santarém agora C+S e a escola Secundária de Benfica, actual José Gomes Ferreira. Mercearias, o café Talismã, talho, carrinha ambulante do peixe, amoladores, mais tarde o Fonte Nova. Não precisávamos do mundo de fora. Tinhamos tudo naquele micro-cosmos.


Uma rua com personagens: a Tia Ató, a Velha da escarreta, o Corates, a Estrelicadinha, o Dell’Velhote, a Espalhanço, o Nhôco, os ciganos que viviam onde hoje é o metro do Colégio Militar e que nos atormentavam, o Aparício (era um tipo que estava sempre a aparecer), a cadela Lassie, sempre grávida, bem.....e nós, claro. Porque a história da JC é também a história dos miudos que nela habitavam. Construída nos finais dos anos 60 e habitada por jovens casais com vontade de procriar, pois só no meu prédio éramos 4 da safra de 1970, do prédio da frente mais 2, o resto era 1969, 1971, 1972. Consequência: acabávamos por calhar nas turmas uns dos outros da Secundária.
Mas esta rua, que na realidade também era uma praceta e onde à volta do prédio 4 se podia jogar à carica no lancil do passeio. Hoje em dia os lancis estão soterrados pelos carros estacionados.

Vizinhos do Eusébio (que morava na praceta rival com quem jogávamos futebol aos domingos de manhã), do Daniel Sampaio, cá morava o Toni do Benfica, a Mónica Marques que agora lançou “Transa Atlântica” o Miguel Viterbo que fundou as Produções Fictícias com o Nuno Artur Silva e o professor Calisto de Melo hoje insigne advogado e que na altura se dedicava à causa do desporto amador. Com apoio da junta, criou um parque infantil que ainda resiste à porta do 4, e um campo de futebol/basquete que os futeboleiros tomaram por um só.













Foi lá fundado o oficioso Grupo Desportivo de Benfica: eu, o Zegas, Jopu, , Bolinhas, Ci, Puto Estúpido, Gargaté, Jorginho, João Filipe, Nuno Anselmo, Vasquinho, Pitó, Joãozinho, Xaxa, Miguel Teixeira, contra a praceta do Tozé. E ganhávamos sempre.

Continua...

Texto e fotografias de Rui Kalda

9 comentários:

J. disse...

belo texto rui e boas fotos a ilustrar... ao lê-lo lembrei-me das minhas brincadeiras de infância e ainda me ri com o "puto estupido"... acho que em todas as ruas havia um ;) (com todo o respeito!)

foi engraçado porque ontem conversei com uma senhora portuguesa que trabalhou na pedro santarem e na quinta de marrocos, e vim encontra-la aqui tão longe. ao voltar a casa à noite sorri!

conheço essa parte de passagem, quando regresso do colombo a pé venho por ai, mas não sabia que era a joão couto.

... e que saudades de beber um cha no talismã ao final da tarde...

obrigada por este espisodio que nos fez viajar por essa parte de benfica...

ARTA disse...

Ò palhaço! E o Artas também era convocado para massacrar os putos da praceta... O resto está bom, tens de meter os putos todos e o Zegas acho que tem fotos dos campeonatos e da rua. Abraço de quem tu sabes quem é... ò bimbo.

JP disse...

Está Excelente.

Belas Memórias.

Vou ver se tenho fotos para te poder enviar.

1 abração..

JOPU

J. disse...

;)

finalmente aparecem os personagens desta historia :) é engraçado passarem do texto para esta caixa de comentarios! devem ter sido bons tempos!

se tiverem estorias por contar ou fotos para enviar nos ca esperamos! ;)

Rui disse...

Queria só dizer que não conheço esta malta de lado nenhum. Renego as minhas raízes!Esta malta da João Couto só dá é mau aspecto, aliás não há aqui ninguém com um nome normal como "Ruc'Antena" por exemplo?
:))
O Zegas "Dr. Bundinho" disse que ia tentar escrever uma história da rua. Là pra 2030 temos história pessoal.

Ó J, é melhor não incentivares o Jopu a escrever uma história da JC porque ficaria o blogue do tamanho da obra completa de Eça de Queiroz. ;)
Todas as histórias da JC têm sempre o Jopu metido ao barulho e são as mais rocambolescas, não é Jopas?
Mas a J teve uma ideia gira, de fazermos um blogue da JC com as nossas histórias e fotos da malta, acho que era giro.Uma coisa sem stress.
Abração,
Ruca

J. disse...

rui,

não tenho nada contra a obra completa de eça de queiros, muito pelo contrario ;), e o jopu sempre pode fazer a coisa em capitulos! :)

ca estaremos em 2030 para publicar a estoria do "dr. bundinho" ;) e em breve esperamos ter a "obra completa de jopu" ;)

e tu também tens tpc ou estas a fingir que não percebeste? :)

JP disse...

Estás bom Ruca?

Acho que era uma excelente ideia iniciarmos um blog da JC.

Também não assim tão terrorista!!

Envia-me o teu e-mail para começarmos a criação da famosa obra.

Abr

JOPU

ShortOkapi disse...

Acabo de descobrir este blog graças a um egogoogle. Caraças, não me lembro de alguns dos nomes e parece-me que faltam aí uns importantes da altura.

Hei-de ver o que mais foi escrito sobre a Dr João Couto. E o tal projecto de blog só sobre a JC? Sempre foi para a frente?

Nota: tenho mesmo de descobrir quem são os joão-coutinos que aqui escrevem!

J. disse...

ola shortokapi e bem vindo ao mercado de bem-fica :)

reencaminhei o seu comentario para o autor deste post e criador do blog sobre a joão couto, o rui kalda! ;)

se tiver historias da joão couto para partilhar connosco teremos todo o gosto em publica-las :)

um abraço