22/02/10

Mil Folhas em Benfica




A maior parte das vezes passa, apenas, os olhos pelos jornais e manda-os para dentro de um cesto de vime, que tem ao canto da sala, para leitura futura ou de nunca mais.

Quando o cesto está deitar por fora faz a limpeza e, por vezes, folheia alguns dos jornais.
É o caso do “I” de 13 de Novembro do ano passado, e só há dias reparou que falava, entre outros crimes de lesa colesterol, dos “Mil-Folhas” da “MonaLisa”.

Quase poderia garantir que das vezes que, por aqui, já falou de Benfica, sempre veio à baila a “Pastelaria Mona Lisa”. E até já colocou fotografia das bolas de Berlim..
O Texto do “I”, da autoria de Tiago Pais, fala do pecado da gula e de algumas das coisas que ao pecado conduzem: pasteis de Belém, pasteis de Cerveja, queijadas da Sapa “croissants” do Careca , cookies do Starbucks, travesseiros da Piriquita e, senhoras minhas e meus senhores: Os Mil-Folhas da Mona lisa.
Assim:
“O mil-folhas é o bolo da infância de muita gente. E o bolo que muita gente escolhe quando quer regressar à infância. Porque reúne em pouco mais de cem gramas (num cenário ideal) a proporção certa de chocolate, creme de ovos e massa folhada. O melhor de três mundos. E assumimos uma escolha sem complexos: o mil-folhas da pastelaria Mona Lisa, em Benfica, sem dúvida uma das zonas mais ricas da cidade em matéria de bolos. Chocolate verdadeiro, numa camada grossa e doce de ovos a sério, em quantidades generosas. Imbatível”

Post de Gin-Tonic para o Dias que Voam e gentilmente oferecido ao Mercado de Bem-Fica

3 comentários:

João disse...

o Sr. Fernando mostrou-me hoje, orgulhoso, este post numa folha de papel que li com prazer. já o conheço há uns tempos, desde que ajudava os pais no snack na rua das portas de santo antão, onde eu jantava antes dos concertos no coliseu.
apeteceu-me um bolo, coisa rara, e trouxe um palmier coberto (o último), três brisas e um babá.
não sou grande adepto do mil-folhas mas tudo o que é bolo de anos é lá comprado.

PatriciaARsantos disse...

Concordo plenamente com esta notícia. Há anos que frequento esta pastelaria, e cada dia que passa surpreendo-me cada vez mais com os produtos que lá são fabricados. A qualidade é excepcional, desde os bolos (a queijada de requeijão, o mil-folhas, o jesuíta... hum) às compotas feitas à "maneira antiga" que me fazem lembrar os sabores da minha infância, o bolo rei e os sonhos de abóbora.... Resumindo aconselho a experimentarem, a qualidade é óptima e o atendimento também!!! Continuem.

PatriciaARsantos disse...

Concordo plenamente com esta notícia. Há anos que frequento esta pastelaria, e cada dia que passa surpreendo-me cada vez mais com os produtos que lá são fabricados. A qualidade é excepcional, desde os bolos (a queijada de requeijão, o mil-folhas, o jesuíta... hum) às compotas feitas à "maneira antiga" que me fazem lembrar os sabores da minha infância, o bolo rei e os sonhos de abóbora.... Resumindo aconselho a experimentarem, a qualidade é óptima e o atendimento também!!! Continuem.