23/02/11

Benfica do meu coração



Desde miúda, que  a minha visão da capital passou por Benfica. Era aí que vínhamos, nas férias ou fins de semana, a casa dos meus irmãos e também foi  aí  que os meus pais compraram um apartamento por volta de 1978. Deslizava acima e abaixo, pela Avenida do Uruguai, adorava os jesuítas da Evian, os livros da Ulmeiro, comprava coisas para a casa nas lojinhas de bairro, divertia-me nos cafézinhos que rodeavam a Joaquim Manso, não dormia nos meses das Festas da cidade ao som dos Kapas e do Charquinho. Por tudo isto e pela memória cheia de afectos,de recordar a minha família toda junta alegremente a almoçar no Edmundo ou no Tonga, das animadas viagens de autocarro com os sobrinhos pela mão, dos cheiros e do sol e de tudo aquilo que é felicidade pura e também tristeza que se lhe associa, tudo isso vivi em Benfica. Foi uma zona que me acolheu, criou e me fez lisboeta.
Foi há três anos que a Joaninha me convidou para este blogue e foi com gosto que aceitei. O tempo passa, as memórias essas permanecem, inexplicavelmente porém os afectos crescem, como se a vida nos afagasse e tornasse mais amáveis. 
Parabéns pois então a nós todos, mercadores de afectos e de lembranças. Que o Mercado continue de portas abertas a todos os que desejem a nós juntar-se e muito particularmente um mimo especial à Joaninha, ideóloga deste projecto.

8 comentários:

João Xavier disse...

T
Belo texto sobre o blog "Mercado de Benfica", veículo deslizante por Benfica e São Domingos de Benfica com passe vitalício para todos os que conhecem a zona como a palma de sua mão, os que a consideram sua, os que lá viveram alguma vez e guardam gratas recordações e para todos os outros.
O Edmundo tasca ao lado do restaurante, tinha no final dos anos de 70, os melhores pregos de Lisboa com muito alho e sal grosso.
Um grande obrigado por me teres convidado, juntamente com a J, para participar no "Mercado de Bem-Fica".
Beijinho

T disse...

E viva Benfica e viva uma esplanada cheia de imperiais:)

teresa disse...

Lindo, T. Gostei deste bocadinho de memórias que aqui deixas:)

J. disse...

t.

eu é que te agradeço fazeres parte deste mercado, povoado como tão bem acabaste de dizer de "mercadores de afectos", acho que nunca duas (três) palavras definiram tão bem este lugar... é isso mesmo... adorei o teu texto, e gostava tanto de ler outros como este mais vezes... vou andar atras de ti! ;)

bjs

T disse...

Joaninha é muito bom ter projectos em comum contigo. Beijos:)

T disse...

Teresa, também devias escrever aqui:)

simon disse...

Boa noite. Gostei do seu texto e estou aqui a deixar um post para vos lembrar/alertar que a Livraria Ulmeiro está a fazer uma "feirinha da Ladra" dos livros que tem na cave pois quer remodelar o espaço para passar a receber apresentações de livros, tertúlias, etc. Não deixem de os visitar pois poderão encontrar algo que vos falta.
Já agora tenham em atenção ao Ciclo de Conferências no Museu da Resistência, no Espaço Grandella. Certamente valerá a pena. Muito obrigado e boa noite. Simon

T disse...

Já publicitámos aqui; Simon:)
http://mercadodebemfica.blogspot.com/2011/02/feira-da-ladra-em-benfica.html
Obrigada pelo comentário:)