10/04/13

Fábrica Simões


Hoje passei pela fábrica e fotografei-a. A Fábrica Simões, o nº 11 da Avenida Gomes Pereira, foi fundada em 1907 e encerrada em 1987. No blogue, existem posts anteriores com apontamentos sobre a fábrica têxtil, com várias imagens de 2008 onde podemos ver a sua fachada ainda sem a estrutura de ferro.


Conversei com a minha mãe acerca de alguns pormenores da altura, mas as melhores memórias desta época encontrei-as tão bem descritas neste post, que inclui uma fotografia da Classe de Ginástica Feminina que muito já ouvi falar. Mesmo que tenha sido publicado há cerca de dois anos, haverá certamente quem desconheça o modo de vida na fábrica e fora dela naquela época, e por essa razão, valerá mesmo a pena uma leitura.

Outras imagens recentes do seu interior, podem ser encontradas aqui (no final da página). Chocante para quem ainda não sabe, que serve de parque de estacionamento improvisado à espera de um futuro mais digno. O projeto do painel será melhor?


4 comentários:

Carlos disse...

A minha infância começou na Creche da Fábrica Simões (onde a minha mãe trabalhava). E muitas das minhas memórias infantis foram-se, juntamente com a demolição desta (como muita coisa, na Avª Gomes Pereira).

Pedia a quem tivesse qualquer imagem da creche, que se dispusesse a partilhá-la, aqui no blogge.

Carlos Batalha

F.Vilaça disse...

Eu também tenho óptimas recordações da creche, frequentei-a desde 1957 até 1963.
Francisco Vilaça

Ana Fundo disse...

Boa noite, tenho uma fotografia de um grupo de senhoras, que segundo um familiar do fotógrafo foi tirada na Fábrica Simões nos anos 30/40.
Sabem aonde poderei localizar alguém de familia dessas senhoras? Pois gostaria de oferecer essa mesma fotografia.
Obrigada
Ana Paula Pereira
anafundo@gmail.com

jose gonçalves disse...

que saudades.

foi uma das primeiras lembranças que tenho, da creche, onde frequentei também, pois a minha mãe também lá trabalhava.

ainda devo ter fotos da minha mãe comigo ao colo frente á fabrica

lembro-me das festas de natal e de darem presentes a nós (crianças)

jose gonçalves