04/06/10

Califa, uma doce tradição

Acordamos de manhã… estava sol e eu tive uma vontade subita de ir comer bolos ao Califa. Ja la tinhamos passado na véspera, quando iamos para o cinema e uma manhã na “nova” esplanada pareceu-me um optimo programa.

Então acordei-os a todos, aliciando-os com os croquetes e dizendo queria comer uma delicia de morango. Califa, here we go. Um lugar na esplanada, estava sol e um ventinho agradavel. Havia dois pombos a comer as deliciosas migalhas (porque bolos deliciosos têm migalhas deliciosas) que foram o menos agradavel da manhã. Lançamos o pedido: 4 croquetes, uma delicia de morango, um folhado misto, varios “restaurantes” com manteiga, varios cafés, e clic clic algumas fotografias para registar esta doce manhã...


Não reconheci o empregado... mas reconheci a pastelaria ... se estivesse ali o meu pai dizia logo “isto é uma categoria”.

Parece que até têm publicidade na televisão..."Califa, uma doce tradição"

4 comentários:

Ana Sá disse...

Esses croquetes, nem há palavras para descrever....assim como pastéis de massa tenra, acho q é assim q se chamam. E já alguém comeu rissóis de peixequentinhos? É de ir ás lágrimas.....

Marta G. disse...

E há uns tempos vinha na Time Out que os Garibaldi do Califa eram dos melhores bolos de Lisboa, mas ainda não consegui provar nenhum. E o pão-de-ló também é óptimo. Sempre é verdade que foi um dos sítios em que se combinou o 25 de Abril? ou isso é só um boato?

J. disse...

ana,

não provei os pasteis de massa tenra (que pena, gosto tanto desse salgado, mas naquela manhã estava de ideia fixa na delicia de morango ;)) e também não provei os rissois de peixe, mas os croquetes continuavam deliciosos e estes sim, estavam ainda quentinhos! ;)

J. disse...

marta,

não conheço o garibaldi :( se passares por la tiras fotografia? ;)

que curiosidade gira essa do 25 de abril, sera mesmo verdade?